• ALIX

Como contaminar os dados que as Big Techs usam para vigiar você

Atualizado: 27 de Set de 2021

Você já se perguntou como é possível que você não tenha que pagar por serviços como o Instagram, Google e Facebook? Pois saiba que o uso da internet, por mais que pareça, não é gratuito. Seus dados são o pagamento.


Quando utilizamos apps, enviamos E-mails, deixamos para trás migalhas que os gigantes da tecnologia usam para monitorá-lo. Baseado nisso, eles aumentam a compreensão das suas preferências e interesses, por meio de algoritmos.


Apesar de você não pagar pelo Google, ele ainda coleta seus dados em mais de US $ 120 bilhões por ano em receita de anúncios.


Burlar esses sitema é muito mais complexo do que parece. Esse desequilíbrio de poder entre essas grandes empresas nos faz, cada vez mais, reféns desse sistema.


Pesquisadores da Northwestern University, localizada em Evanston, Illinois, Estados Unidos, estão sugerindo novas maneiras de lidar com esse problema, tratando nossos dados coletivos como moeda de troca. Eles propõem três maneiras que o público pode explorar isso a seu favor:


  • Greves de dados: inspirada nas greves trabalhistas, esse truque envolve a retenção e a exclusão de seus dados, para que uma empresa de tecnologia não possa usá-los. Isso pode ser feito por meio de uma plataforma ou ferramenta de privacidade


  • Contaminação de dados: envolve o fornecimento de dados sem sentido ou prejudiciais. Existem extensões do próprio navegador que clicam em todos os anúncios veiculado para você, confundindo os algoritmos de segmentação de anúncios do Google.


  • Contribuição consciente de dados: fornecimento de informações que importam ou sinalizam para o concorrente de uma plataforma que você quiser protestar, e boicotar a plataforma, fazendo o upload de suas fotos no Tumblr ao invés do Facebook, por exemplo


Infelizmente, algumas ações esporádicas e individuais não tem força para fazer a diferença. Mas e se milhões de pessoas se coordenassem para contaminar direito os dados de um gigante da tecnologia?  Isso poderia dar-lhes alguma vantagem para fazer valer suas demandas.




Ainda há trabalho a ser feito para tornar essas campanhas mais difundidas.  Os cientistas da computação poderiam desempenhar um papel importante para fabricar e dinfundir ferramentas de proteção de dados.


Os legisladores também podem ajudar.  Os ataques de dados são mais eficazes quando apoiados por fortes leis de privacidade de dados, como o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR), que dá aos consumidores o direito de solicitar a exclusão de seus dados. 


Sem essa regulamentação, é mais difícil garantir que uma empresa de tecnologia lhe dará a opção de limpar seus registros digitais, mesmo que você remova sua conta.


Apesar de intimidador, há esperança para um futuro mais protegido e regulamentado dentro da internet, principalmente se os internautas trabalharem juntos.


Quer instalar esses moderadores e conservar seus dados longe dessas grandes empresas? A ALIX ajuda você a se proteger contra os mais diversos vilões da tecnologia.


Fonte: MIT Technology Review


Conheça as soluções de GESTÃO DE SEGURANÇA da ALIX e mantenha sua empresa protegida.

7 visualizações0 comentário